A fé que restaura em Gariel Axel

análise a partir de "A festa de Babette"

  • José da Cruz Lopes Marques

Resumo

Tendo como objeto de análise o filme A festa de Babette do cineasta dinamarquês Gabriel Axel, o presente artigo discute o conceito de fé como uma experiência restauradora. Tal compreensão parte, sobretudo, da superação entre o dualismo corpo – espírito e da transmutação do amor. O aspecto do amor será explorado a partir da perspectiva kierkegaardiana expressa, sobretudo em As obras do amor.

Publicado
2020-03-14